FUVEST: Resumo da obra Mayombe

Primeiro livro analisado para o projeto de Literatura da FUVEST é o livro Mayombe, do escritor angolano Pepetela. Este romance foi marcante para o vestibular da USP por ter sido o primeiro escrito por um autor africano a fazer parte das leituras obrigatórias. SOBRE O AUTOR Pepetela é o pseudônimo de Artur Carlos Maurício PestanaContinuar lendo “FUVEST: Resumo da obra Mayombe”

Preparação para o vestibular…haja coração!!!

Como divulgado no último post aqui no blog, o Magia das Palavras inicia um novo projeto de leitura direcionado ao resumo/resenha dos livros indicados para o vestibular da Fuvest. Logo, nada melhor do que iniciarmos esta jornada através de um bate-papo com alguém, sendo esta pessoa o Eduardo (meu marido), relatando a sua preparação paraContinuar lendo “Preparação para o vestibular…haja coração!!!”

FUVEST 2020/2021/2022

Inicia-se aqui no blog um novo projeto destinado a leitura das obras indicadas pela Fuvest 2020/2021/2022.  Tal projeto tem como objetivo a leitura de mais livros escritos em língua portuguesa, tendo em vista que desde o início do Magia das Palavras (Antigo It’s Life), em Outubro de 2019, eu não li nenhuma obra deste tipo.Continuar lendo “FUVEST 2020/2021/2022”

O que faz de Orgulho e Preconceito um clássico tão encantador?

Li Orgulho e Preconceito em 2009, após assistir ao filme lançado em 2005. E, assim como no filme, eu me apaixonei pelas personagens, pela ironia, pela sagacidade, pela crítica e pela história escrita pela autora. Logo, neste post, eu resolvi questionar e mostrar o que faz de Orgulho e Preconceito um livro clássico tão encantador,Continuar lendo “O que faz de Orgulho e Preconceito um clássico tão encantador?”

Precisamos falar sobre Verity

Sempre que sai um livro da Colleen Hoover, eu fico como? Ansiosa para devorá-lo. E, lógico, com Verity, o mais novo livro da autora estaduniense lançado pelo Selo Galera Record, da Editora Record não foi diferente. A autora é conhecida por escrever romances estilo New Adult e este foi o seu primeiro suspense.  E, oContinuar lendo “Precisamos falar sobre Verity”

Resenha de A tragédia de Otelo, o mouro de Veneza

Terceiro livro do Projeto Reeducação do Imaginário, e o primeiro livro que eu leio de William Shakespeare e, com a conclusão, eu posso afirmar que fiquei muito feliz em ter adentrado neste universo shakesperiano por esta leitura tão intensa, cheia de inveja, intrigas e vingança. SOBRE O AUTOR E A OBRA William Shakespeare nasceu emContinuar lendo “Resenha de A tragédia de Otelo, o mouro de Veneza”

Sobre relacionamentos abusivos

Após assistir “O Homem Invisível”, bem como com o decorrer da minha leitura de Otelo, eu pensei em indicar livros muito bons sobre relacionamentos abusivos que eu já li: É assim que acaba – Colleen Hoover Li este livro em 2017, no ano de seu lançamento pela Editora Record, sendo este o meu primeiro contatoContinuar lendo “Sobre relacionamentos abusivos”

Resenha de O Homem Invisível

É o primeiro livro que eu leio do autor Hebert George Wells, mais conhecido como H.G. Wells e meu interesse pela leitura desse clássico da ficção científica, se deu por causa do lançamento do filme “O Homem Invisível” este ano. Eu sei que a história deste novo filme é uma adaptação do livro para umContinuar lendo “Resenha de O Homem Invisível”

Resenha de Coração das trevas

Segundo livro lido do projeto reeducação do imaginário e meta literária de Janeiro cumprida com sucesso! CURIOSIDADES SOBRE O AUTOR E SOBRE O LIVRO  Józef Teodor Konrad Nalecz Korzeniowski, conhecido como Joseph Conrad nasceu em 1857 na Ucrânia. Ficou órfão ao 11 anos e foi criado pelo seu tio até o seus 16 anos.  NestaContinuar lendo “Resenha de Coração das trevas”

Resenha de Crime e Castigo

Em 2020 eu dou início ao Projeto Reeducação do Imaginário com a leitura do primeiro livro da lista, qual seja Crime e Castigo, do autor Fiódor Dostoiévski. CURIOSIDADES SOBRE O AUTOR E SOBRE O LIVRO Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski, nasceu em Moscou no ano de 1821, filho de um médico militar e de uma dona deContinuar lendo “Resenha de Crime e Castigo”