LIVROS E ANOS VIVIDOS

Este post não será uma resenha sobre um dos livros que eu já li, mas um conteúdo autobiográfico sobre como a leitura influenciou na formação da Alessandra de hoje, com 32 anos recém completados nesta data. Lembro que não gostava de ler quando era pequena, na verdade, tive muita dificuldade para aprender a ler, umaContinuar lendo “LIVROS E ANOS VIVIDOS”

O Vermelho e o Negro

Quinto livro do Projeto Reeducação do Imaginário, e o primeiro livro que eu leio do autor francês Stendhal. SOBRE O AUTOR E A OBRA Henri-Marie Beyle, conhecido por um dos seus cento e setenta pseudônimos como Stendhal, nasceu em 1783 (às vésperas da Revolução Francesa) em Grenoble. Ficou órfão de mãe aos sete anos deContinuar lendo “O Vermelho e o Negro”

SOBRE OS EVENTOS LITERÁRIOS E A PANDEMIA

Como todos nós sabemos, estamos enfrentando um período delicado, no que tange à saúde pública mundial, devido ao Covid-19. Diante desta situação, nós, bem como o mercado editorial tivemos que nos reinventar na forma de consumirmos os conteúdos literários disponibilizados. As compras de novos livros não são mais realizadas em livrarias ou sebos físicos, masContinuar lendo “SOBRE OS EVENTOS LITERÁRIOS E A PANDEMIA”

Livros Encalhados na Estante #1: Harry Potter e a criança amaldiçoada

No domingo do dia 14/06/2020, inspirada no IG de uma amiga do Instagram, eu resolvi escrever o nome de todos os livros encalhados na minha estante em papeizinhos, colocá-los em uma latinha e sorteá-los, para enfim, desencalhá-los.  Antes de prosseguir o meu relato, me segue lá no Instagram também: @magia.das.palavras!!!! Lá tem um destaque falandoContinuar lendo “Livros Encalhados na Estante #1: Harry Potter e a criança amaldiçoada”

FUVEST: Resumo da obra Quincas Borba

Segundo livro analisado para o projeto de Literatura da FUVEST, Quincas Borba dá sequência a cobrança da fase realista de Machado de Assis, bem como a preferência da banca na exploração de tal escola literária. SOBRE O AUTOR Joaquim Maria Machado de Assis nasceu em 21 de junho de 1839, no Morro do Livramento (RJ).Continuar lendo “FUVEST: Resumo da obra Quincas Borba”

Moby Dick

Quarto livro do Projeto Reeducação do Imaginário, e o primeiro livro que eu leio do autor norte-americano Herman Melville. SOBRE O AUTOR E A OBRA Herman Melville nasceu em 1819 em Nova York, de uma família de classe média tradicionalista nos EUA. O pai do autor era importador de bens de consumo refinado da EuropaContinuar lendo “Moby Dick”

FUVEST: Resumo da obra Mayombe

Primeiro livro analisado para o projeto de Literatura da FUVEST é o livro Mayombe, do escritor angolano Pepetela. Este romance foi marcante para o vestibular da USP por ter sido o primeiro escrito por um autor africano a fazer parte das leituras obrigatórias. SOBRE O AUTOR Pepetela é o pseudônimo de Artur Carlos Maurício PestanaContinuar lendo “FUVEST: Resumo da obra Mayombe”

FUVEST 2020/2021/2022

Inicia-se aqui no blog um novo projeto destinado a leitura das obras indicadas pela Fuvest 2020/2021/2022.  Tal projeto tem como objetivo a leitura de mais livros escritos em língua portuguesa, tendo em vista que desde o início do Magia das Palavras (Antigo It’s Life), em Outubro de 2019, eu não li nenhuma obra deste tipo.Continuar lendo “FUVEST 2020/2021/2022”

O que faz de Orgulho e Preconceito um clássico tão encantador?

Li Orgulho e Preconceito em 2009, após assistir ao filme lançado em 2005. E, assim como no filme, eu me apaixonei pelas personagens, pela ironia, pela sagacidade, pela crítica e pela história escrita pela autora. Logo, neste post, eu resolvi questionar e mostrar o que faz de Orgulho e Preconceito um livro clássico tão encantador,Continuar lendo “O que faz de Orgulho e Preconceito um clássico tão encantador?”

Precisamos falar sobre Verity

Sempre que sai um livro da Colleen Hoover, eu fico como? Ansiosa para devorá-lo. E, lógico, com Verity, o mais novo livro da autora estaduniense lançado pelo Selo Galera Record, da Editora Record não foi diferente. A autora é conhecida por escrever romances estilo New Adult e este foi o seu primeiro suspense.  E, oContinuar lendo “Precisamos falar sobre Verity”